QUANDO O TRABALHO É ESSENCIALMENTE LAZER

Robert A. Stebbins

Resumo


Alguns trabalhos, chamados aqui de “devotee work”, são tão atrativos que são essencialmente lazer para aqueles que o realizam. Para eles, a única diferença importante entre o seu trabalho e o que os seus correspondentes no lazer sério fazem é que os devotee workers são pagos pelo seu esforço. Occupational devotees aparecem principalmente, embora não exclusivamente, em quatro áreas da economia, contribuindo com trabalhos que, na maioria das vezes, são meramente burocratizados: alguns negócios pequenos, os comércios especializados, as ocupações de consultoria e de aconselhamento, e as profissões públicas e centradas no cliente. Em resumo, occupational devotees e entusiastas do lazer sério amam intensivamente a mesma atividade, buscando um trabalho ou uma carreira de lazer fortemente atrativos. Por isso, o trabalho e o lazer não são, ao contrário do senso comum, totalmente separados, nem esferas mutualmente antagônicas da vida moderna. A relação próxima examinada aqui entre lazer sério e occupational devotion demonstra que pode haver prazer no trabalho assim como no lazer, e esse prazer é, no fundo, qualitativamente igual em ambos os mundos. Ou seja, tal prazer é basicamente um sentimento compartilhado, no qual as atividades essenciais no trabalho e no lazer que são tão fortemente atrativas – e que alimentam o prazer – são muito similares, e em alguns casos, literalmente idênticas.

Palavras-chave


Devotee work. Lazer sério. Occupational devotion.

Texto completo:

PDF



Revista Brasileira de Estudos do Lazer | RBEL
Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-graduação em Estudos do Lazer | ANPEL

Endereço, telefone e e-mail de contato:
Endereço: UFMG - RBEL/CELAR/EEFFTO | Av. Antonio Carlos 6627 – campus UFMG, EEFFTO/DEF. Pampulha, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. CEP: 31.270-901
Telefone: 31 34092358
E-mail: rbel@eeffto.ufmg.br